fbpx

Identificação Visual

A identificação visual da empresa é um conjunto de elementos criados para representar a empresa de uma forma única, com um nome, uma ideia, um produto que faça a empresa ser vista como uma personalidade distinta, ou seja, que mostre-se como entidade física atuante, viva, participante da sociedade.

Os elementos que constituem a identificação visual da empresa geralmente tomam por base uma logomarca ou um logotipo criado especificamente para manter a identidade da empresa. Um logotipo ou uma logomarca são um símbolo perceptível, ou seja, uma expressão que representa a personalidade da empresa.

A identificação visual da empresa deve apresentar ao público de um modo geral, reunindo aqui fornecedores, clientes, parceiros e colaboradores, tudo o que a empresa pretende com sua existência, os seus conceitos e os seus valores, sua missão e sua responsabilidade social.

Com toda essa responsabilidade, a identificação visual da empresa deve ser criada de forma a apresentar tudo o que a empresa representa para o conjunto de pessoas que dela depende. Ao criar a identificação de uma empresa, o designer deve ter em vista não somente o momento atual do mercado ou o que a empresa está realizando naquele instante, mas ultrapassar as barreiras e estampar num símbolo ou numa marca os diversos fatores que compõem o conglomerado empresarial.

A identificação visual da empresa precisa transmitir, ao mesmo tempo:

  • O foco empresarial;
  • Sua missão como empresa;
  • Sua imagem junto ao público consumidor;
  • Seu posicionamento no mercado; e
  • Sua cultura organizacional.

Como criar a identificação visual da empresa

A definição da identificação visual de uma empresa não é um processo instantâneo, como podemos ver. No momento atual, principalmente, é necessário que o designer tenha conhecimento e criatividade para superar o que podemos chamar de saturação de informação, mantendo uma logomarca que apresente-se com um diferencial diante de tantas marcas existentes, devendo ser reconhecida como única, como uma individualidade.

Após sua criação, a identificação visual torna-se mais do que uma simples logomarca: deve se tornar a base da identidade do negócio empresarial, apresentando credibilidade, confiança e respeito, fatores essenciais para que qualquer empresa tenha representatividade junto ao conglomerado humano que a suporta e que dela sobrevive.

Colocando desta forma podemos entender melhor o impacto que a identificação visual da empresa deve causar ao público consumidor, aos concorrentes e a todos os que dela participam, direta ou indiretamente: a identidade é, para a empresa, a demonstração de todas as suas características de negócio, devendo estar unida ao que ela pretende com sua presença no mercado.

Podemos então afirmar que a criação da identificação visual de uma empresa não pode ser simplesmente a criação de um logotipo ou uma logomarca, mas sim baseada em critérios técnicos, com obediência às normas através de um manual de identificação visual, que deve ser rigorosamente obedecido em toda a utilização de qualquer estampa que represente a empresa nos meios de comunicação e em sua documentação oficial.

O que é importante para manter a identificação visual da empresa de forma coerente é saber os meios de suas aplicações, ou seja, manter os critérios para sua presença na fachada da empresa, nos documentos oficiais, nos cartões de visita, nos uniformes dos colaboradores, em todo o seu material gráfico e também nos meios de comunicação digitais, como o site da empresa.

A criação da identificação visual da empresa exige a presença de profissionais especializados que tenham a visão geral do empreendimento e que possam transmitir de forma idônea tudo o que a empresa representa. Assim, criar uma identidade compatível deve exigir também a participação de profissionais que tenham conhecimento do que fazem.